O que cai mais de História na FUVEST!

O ingresso na USP é um dos grandes sonhos de boa parte dos estudantes que estão terminando o Ensino Médio, e não é para menos, afinal a Universidade de São Paulo figura como um dos principais centros acadêmicos do mundo. Por lá passou grandes nomes da política, da ciência, da arte e todos os campos da ciência possíveis e impossíveis que você possa imaginar.
Porém o ingresso na USP é bastante concorrido, sobretudo nos cursos de maior desempenho no mercado profissional como, Medicina, Publicidade, Direito e Engenharias. Não é a toa que todos os anos milhares de candidatos disputam uma vaga na universidade por meio da FUVEST, organizadora do sistema de seleção.
Estudar para a FUVEST requer muita disciplina e atenção aos conteúdos cobrados, pois estudar de maneira solta (qualquer conteúdo) e desorganizada no máximo vai consumir o seu tempo e o dinheiro da inscrição, por isso traçar um plano de estudos e respeitá-lo faz parte do processo e preparação para o vestibular.
O objetivo desse post não é lhe apresentar a solução de estudos, tampouco a receita mágica da aprovação, afinal seria muita pretensão de minha parte, porém posso construir o que me trouxe até aqui, a História.
Estudar História para a FUVEST não é tarefa fácil, mas também não é impossível. A disciplina de História requer uma leitura que respeite a cronologia da história, pois só assim você conseguirá construir relações em todos os conteúdos possíveis.
Imagine que você esteja estudando Iluminismo e queira saber porque a igreja Católica era o objeto de contestação do momento, bom se não estudar Idade Média você não saberá e o conteúdo sofrerá dificuldades em sua interpretação. Por mais simples que seja um determinado conteúdo, tenha certeza que ele vai lhe ajudar a pensar nas relações, por exemplo, é importante saber quem descobriu o Brasil para compreender a dinâmica econômica do inicio da república, da mesma maneira que é importante entender a Revolução Francesa para compreender a Revolução Industrial, veja, conteúdos que são estudados em capítulos diferentes se conectam a todo o momento.
Vou tentar oferecer algum conforto de estudo para você elencando alguns conteúdos de História que são cobrados de maneira bem recorrente na FUVEST.

1-Grécia Antiga
Compreender a organização da política democrática proposta pelos ateniense bem como sua organização social por meio das polis, sempre aparece nas interpretações das alternativas e por isso dar uma passada neste conteúdo é muito importante

2-Roma
Calma, Roma realmente é um assunto muito extenso, por isso talvez a FUVEST de uma aliviada no conteúdo. Estudo Império Romano junto a sua lógica de expansão territorial e sua economia centrada no modelo escravagista, aliás, gaste um pouco mais de tempo para estudar a ascensão e o declínio do Império Romano, vale muito a pena.

3-Iluminismo
Talvez você fiquei preocupado quando observa um conteúdo assim, porém dar uma lida nas concepções de Descartes, Montesquieu, Hobbes, Newton e outro filósofos iluministas pode te levar a compreensão de boa parte da história pós Iluminismo, pois foi esse movimento que criou bases para as Revoluções burguesas que mudaram as relações produtivas e também religiosas. Esse assunto com certeza vai cair na prova de e se você não ver nenhuma questão desse assunto na prova de História fique tranquilo, provavelmente caiu em Filosofia.

4-Revoluções Burguesas
Provavelmente esse é o assunto que você tem que ter mais atenção, pois se você está lendo esse material por algum dispositivo móvel tenha certeza que tem relações com esse assunto. As Revoluções Burguesas foram três: a Francesa, a Americana e a Industrial. Embora cada uma tenha canalizado um contexto histórico, todas partiram de mudanças num sistema político, destruindo a centralização do Estado que estava concentrada na figura do absolutismo do rei, aliás passe por esse assunto também, e emergindo uma nova classe, os burgueses que efetivaram todo o modelo capitalista que temos hoje.

Para não ficar tão extenso este post, vou parar por aqui, afinal não quero assustar ninguém. No próximo apresento as dicas de História do Brasil e porque são muito importantes.

Abraços
Prof. Rodrigo