fbpx

PRECISO FAZER FACULDADE ASSIM QUE TERMINAR O ENSINO MÉDIO?

Faaaala, gente linda! Tudo bem com vocês?

Fazer ou não faculdade ao sair do ensino médio?

É muito comum durante, principalmente, o ensino médio haver uma preparação intensa para os vestibulares. Parece cultural por parte das escolas e também das famílias querer seus jovens ingressando na universidade. Tão logo fizerem isso, melhor. Como sempre, a cada geração, as dúvidas surgem e as indagações a respeito dessa necessidade só aumentam. Afinal, é necessário mesmo já ingressar na universidade assim que terminar o ensino médio?

Minha resposta é: DEPENDE. “Mas, Thiago, seu doido, você é professor, como pode dizer uma coisa dessas?”. Ora, dizendo, gente! Vocês precisam aprender de uma vez por todas que nada é possível se não houver vontade e interesse. Por isso que o meu “depende” parte do princípio da necessidade e (pasmem) maturidade de cada um. Você pode ingressar aos 18, aos 20, aos 30, aos 40, aos 60, enfim, mas vai depender do que você pretende e do quão está preparado(a) para isso.

Um fator importante que deve ser levado em consideração é que a dificuldade em todo o processo de aprendizagem durante a faculdade será maior a cada ano que passa. Isso porque a cabeça de 60 é muito diferente da de 18. 

Então, que tal fazermos uma rápida análise dessas disparidades etárias em relação ao ingresso na faculdade?

Quanto mais próximo da saída do ensino médio vocês estiverem, melhores e mais ativos estarão os conhecimentos adquiridos ao longo do período escolar. Isso porque muitos cursos tomam como pré-requisitos os esses conhecimentos. Outro fator importante é a interação com outras pessoas de mesma faixa etária. No entanto, na faixa dos 17… 18 anos pode não ser a mais madura para encarar uma faculdade. As cobranças são intensas e, por não haver aquela cobrança como na escola, alguns estudantes podem se sentir bastante pressionados ou ainda mais confusos sobre o curso que estão exercendo. Não esqueça que a pressão da sociedade é enorme, e isso pode prejudicar a sua escolha, fazendo com que se sinta desmotivado logo no início. 

Além disso, existe uma ‘cultura’ por trás do ambiente acadêmico que é a de liberdade (não confundam com libertinagem). É essa liberdade que faz muitos desses jovens ainda imaturos faltar seguidamente às aulas, procrastinar, encontrar colegas com a mesma faixa etária e com as mesmas despreocupações… O que não pode, em hipótese alguma, acontecer é deixar a faculdade em segundo plano e colocar o lazer no lugar. Por isso, é preciso refletir bastante antes de tomar uma decisão como essa.

Agora, pense que, conforme os anos vão passando, sua capacidade de decidir o que quer fazer da vida vai se tornando mais nítida. Isso vai fazer a sua escolha ser menos frustrante e mais certeira. Imagine-se com 20… 25 anos, o tanto de coisas que já fez até aí. Não se pode ignorar o fato de que a maturidade também surge de outras vertentes. O trabalho pode ser um forte indício de que, aos 18, por exemplo, não é o momento de começar uma faculdade. Isso pode acontecer aos 30, aos 40, e por aí vai.

Portanto, reforço que tudo depende do quão vocês estão preparados para encarar uma nova e intensa rotina. Apesar disso, eu não quero (jamais) que vocês pensem que a universidade é ruim; muito pelo contrário. Imaginem o reconhecimento que vocês terão na empresa onde já trabalham ou nas que surgirão? E networking? Já ouviram falar? O ambiente universitário está repleto disso. Conhecer pessoas novas e trocar ideias com quem tem os mesmos desejos objetivos é prazeroso demais. A universidade é um ambiente de conhecimento. É nela que vocês serão instigados o tempo todo a buscar conhecimento (Bilu sempre presente 😅). O curso superior é a melhor opção para quem quer descobrir coisas novas e aprender tanto na teoria quanto na prática.

Para finalizar, seus poder de autoestima se eleva de tal forma que vocês se sentirão cada vez mais fazendo parte do mundo em que vivem. Afinal, é tão decepcionante aquela sensação de que você não é capaz de conquistar alguma coisa ou de não ser bom o suficiente, não é mesmo? 

Por isso, meus consagrados e consagradas, que a escolha é sempre sua. Não permitam que a pressão externa, e sem nenhum argumento que o motive a fazer a escolha certa, interfira. Sejam vocês mesmos SEMPRE! 

Vejo vocês na UNIVERSIDADE (com 18 ou com 60)! ✔

Foco na missão!

Estamos juntos nessa! 💪🏾⭐

 Partiu? 🎓