fbpx

Simulados ajudam ou atrapalham na hora da prova?

Simulados ajudam ou atrapalham na hora da prova?

↳por Thiago Charme

 

Faaaala, lindezas do meu Brasil! Tudo bem com vocês? Espero que sim!

 

Você já deve ter se questionado a respeito de fazer ou não simulados, não é mesmo? E não é para menos. Eu lembro que na minha época de Ensino Médio, rolava aqui em Porto Alegre o chamado Simulão, uma proposta de uma empresa de comunicação para os estudantes que estavam se preparando para o vestibular. Era um evento gigantesco que acontecia no maior ginásio daqui: o Gigantinho. Milhares de estudantes de todo o estado do Rio Grande do Sul vinham apenas para testar suas aptidões. Um tempo depois, começou-se a discutir sobre a eficácia daquele momento, visto que eram milhares de pessoas, dentro de um ginásio, sem mesas, nem cadeiras (havia algumas em local estratégico), não sendo possível a concentração o tempo todo. A partir de então, percebeu-se que em nenhum vestibular veríamos tantos estudantes fazendo a mesma prova no mesmo lugar, daquele jeito. Além disso, iniciou-se um debate acerca daquele e de todos os simulados que aconteciam em época de vestibulares. Alguns alunos deixaram de acreditar, outros demonstravam segurança com a aplicação dos exames simulados. O importante mesmo é que não adianta ter um mundo de conhecimento, mas não saber o que faz com ele. Então, cola neste texto que eu vou te ajudar a amar simulados e principalmente levá-los a sério.

 

Cada exame tem seu próprio jeito de abordar os temas. Sendo assim, é importante que você se FAMILIARIZE COM O TIPO DE PROVA que terá que enfrentar. Você terá tempo de sobra, se já souber o que encontrará pela frente. 

 

Outro ponto importante é DOMINAR A SUA ESTRATÉGIA. Você já deve ter ouvido a expressão “estar com a faca e o queijo na mão”, não é mesmo? É exatamente como falei anteriormente, com a ressalva de que de nada adianta você dominar tanto conhecimento, se não souber o que vai fazer com ele.Ter uma boa ideia de como usar seu tempo, é fundamental para que você consiga desenvolver uma boa estratégia por meio do treino. Faça isso considerando uma simulação da forma mais próxima possível das reais condições da prova. Isso fará com que você identifique pontos fortes e fracos no seu método.

 

Existe algo essencial que você deve levar em consideração ao fazer um simulado: ELE NÃO É UMA LISTA DE EXERCÍCIOS. Sabendo disso, cronometre o tempo para resolvê-lo. Caso seja um simulado para o Enem, gaste em torno de três minutos para cada questão e lembre-se de que há ainda o tempo para preencher o gabarito; considere-o.

 

Todos sabemos a pressão que as provas nos trazem. Isso acontece por causa do bom preparo psicológico que precisamos ter para enfrentar o vestibular e/ou o Enem. Falo isso com a convicção de que você tenha noção da quantidade de questões que você terá que resolver em um tempo limitado. Saber lidar com a situação fará com que você mantenha a calma e, consequentemente, tenha melhor desempenho. 

 

Ademais, lindeza, o simulado só irá ajudá-lo se você se comprometer a levá-lo a sério e de fato simular um ambiente de prova. Está pensando em resolver o teste na frente da TV? NEGATIVO! Vai ficar fazendo pausas quando sentir fome ou cansaço? NEGATIVO! Você está pensando que simulado é bagunça, é? Isso é COISA MUITO SÉRIA! Então, separe tudo que julgar necessário para a prova, inclusive os alimentos, procure um lugar sem distrações (entendo as dificuldades durante a pandemia, mas tente), ESCONDA o celular (não esqueça que o uso do celular é proibida durante a prova, então…) e ordene peça às pessoas que residem com você para que não o interrompam. Tudo Isso vai servir como termômetro para medir aquilo que você domina e o que precisa reforçar mais, permitindo que você aproveite melhor o tempo para a prova.

 

Pensando nisso, gabaritando, gabaritanda e gabaritande, precisamos entender que, ao simular uma situação real de prova, você irá exercitar corpo e mente para se concentrar por até 5 horas seguidas, por isso é extremamente importante que programe-se para um dia que você realmente estará disponível para resolver as questões. Estando com o resultado em mãos, é hora de privilegiar seus estudos, baseando-se nos pontos fracos e deixar de lado aquilo que você já domina. Atente-se também ao modelo das questões que você errou e verifique se os erros foram de conceitos ou até de interpretações. São essas recomendações que afastam o real sentido dos simulados para os que aconteciam em Porto Alegre, no ginásio Gigantinho.

 

Vejo vocês na PÓDIO! ✔

Foco na missão! 

Estamos juntos nessa! 💪🏾💛