fbpx

Você procrastina?

Faaaala, desesperados do meu Brasil! Tudo bem com vocês?

O título deste texto me remeteu ao Professor Raimundo (o da Escolinha), quando perguntava para a Dona Bela algo com um vocabulário requintado (e rebuscado, às vezes) e ela se jogava doida no chão. Pronto, passou a nostalgia.

Sentir-se motivado é o primeiro passo para se dar bem nos estudos.

Muitas vezes, passamos meses e até anos debruçados nos cadernos e livros e treinando sempre para alcançar a tão sonhada aprovação. Seja num concurso público ou simplesmente numa prova da escola, do curso ou da faculdade. 

Isso exige que estejamos sempre motivados. E esta não é uma tarefa das mais fáceis. Você percebe que com o tempo aquela sua empolgação vai se diluindo e dando espaço tão somente ao momento da avaliação.

Mas, calma! Se você mantiver uma visão bem nítida do que realmente quer, sempre absorvendo e se rodeando de pensamentos positivos, você pode evitar que essa empolgação se esvaia. 

Eu entendo que o mundo pressiona demais. A sociedade exige demais. Mas, é bom saber seus reais objetivos. Com isso, não importa quanto tempo irá levar para concretizá-los, mas sim, que uma hora acontecerá.

No entanto, como manter o foco?

A dica de sempre é AGENDA DE ESTUDOS!

Aqui, entramos na PROCRASTINAÇÃO, que é quando você adia algo ou prolonga uma situação para ser resolvida mais tarde. 

Por mais que pareça normal, pode ser bastante prejudicial, como explica a psicóloga Déborah M. Ortola: “Embora a procrastinação seja uma prática comum atualmente, ela tem dois problemas: primeiro, ela alimenta o ciclo de ansiedade, porque quanto mais a pessoa adia a execução das tarefas, mais ansiosa ela fica pela não execução. Então, romper o ciclo de procrastinação é importantíssimo para romper esse ciclo de ansiedade. O segundo problema que ela esconde é o medo do fracasso ou o medo do sucesso. O medo do fracasso parece bastante óbvio, pois a pessoa evita fazer as atividades, ela vai jogando isso para frente com medo de fracassar ou decepcionar, às vezes, as pessoas mais próximas, como o pai, a mãe ou outra figura de liderança na vida dela. O medo do sucesso, embora não seja tão comum, é quando a pessoa acha que não é merecedora de obter aquele êxito e, por isso, ela também vai adiando a realização das tarefas.” Ela explica também que, se você tem esse ciclo na sua vida, é importante procurar uma ajuda psicológica ou psicoterapia para verificar quais são os gatilhos que fazem com que você entre no ciclo de procrastinação, assim atrapalhando seus estudos.  

Outro fator importante, minha lindezas, é que, independente do horário que escolher (DIA ou NOITE), tente ao máximo segui-lo e atender à agenda rigorosamente. Mesmo que você escolha algumas horas por dia ou nem todos os dias da semana… o que você escolher, tente seguir com disciplina.

O que acontece é que muitas vezes adiamos os estudos até que eles já não possam mais ser feitos.

Não esqueça: o mais importante não é quanto tempo você vai passar debruçado nos livros estudando, mas o quão valioso vai ser. A qualidade, entende? Enfim, mantenha o foco. Cada pessoa tem seu ritmo. Uns preferem estudar à noite, outros se sentem mais à vontade pela manhã… 

Um último ponto importante é FAZER COM QUE SEU HORÁRIO DE ESTUDO NÃO CONFLITA COM SEU LAZER. Cuide os feriados, festas… Esteja focado.

Então, gabaritandos e gabaritandas, não esqueçam que também é importante que você esteja próximo de pessoas que também estejam no mesmo clima de motivação que você, no caso os estudos. Fuja de grupos que adoram deixar os estudos para depois ou pular as datas do cronograma. Estabeleça grupos sadios para que caminhem junto a você rumo ao sucesso.

Vejo vocês na UNIVERSIDADE (e sem procrastinar)! ✔

Foco na missão! 

Estamos juntos nessa! ???

Partiu? ?

Prof. Thiago Charme