fbpx

Sou #TeamExatas ou #TeamHumanas? 

Sou #TeamExatas ou #TeamHumanas? 

↳por Thiago Charme

Faaaala, vingadores e vingadoras do meu Brasil! Tudo bem com vocês?

Vejam só que coisa doida, né… cá estamos para decidir entre uma área ou outra… olha, desde que me conheço por gente, é assim. Seria normal se a dúvida fosse só durante o ensino médio, mas quando terminarem o ensino regular e até mesmo quando já tiver feito o Enem ou algum vestibular, vão perceber que a dúvida vai seguir. 

Chorem não, meus amores, vou tentar ajudá-los da melhor forma na escolha, ok? Vamos tentar não pensar em simplesmente ajudar o povo de humanas a fazer miçanga ou ajudar o povo de exatas a socializar, mas em escolher o que o nosso coração e cérebro acharem coerente.

Primeiro, vocês já pararam para pensar por que surge essa dúvida? Houve um momento lá no ensino médio que vocês se identificavam com matemática, física e química porque tiravam boas notas; ou em história, literatura, sociologia, pelo mesmo motivo. Então por que a isso não seria determinante para a escolha? Eu respondo: simplesmente porque, na universidade, os cursos são mais amplos – recebem o nome de ciência por isso. É muito difícil saber o que cada um abrange, na verdade. Isso acontece porque as graduações precisam atender as necessidades básicas do ser humano (e disso eu sei que vocês entendem bem, certo?). Como eu sou um serumaninho do bem, vamos focar primeiro no que cada uma significa.

As ciências humanas ou humanidades focam no ser humano (não precisam desistir aqui…sei o quanto o ser humano é complicado ?), nas relações sociais.  Disciplinas como Filosofia, História, Geografia e Letras fazem parte desse grupo que procura desvendar as complexidades da sociedade humana. Digamos que o povo de humanas seja mais “coração”. 

Por outro lado, nas ciências exatas, a procura é por um resultado lógico para um problema. A solução desse problema deve estar centrada nas hipóteses levantadas. A precisão dos resultados nessa área são evidentes, porque não são permitidas dúvidas quanto aos resultados. Digamos que o povo de exatas seja aquela amiga sincerona do rolê.  

Se a leitura até aqui já fez com que vocês tivessem certeza do team ao qual pertencem, tenham um pouco mais de calma. A dúvida na escolha surge justamente por deixarmos o impulso falar mais alto. Não esqueçam que estamos falando de ciência, portanto sejam menos místicos neste momento. 

Então, “o que fazer para facilitar minha entrada no team correto?” Primeiro, façam um levantamento de tudo que vocês têm como hobbies, desde séries, músicas até as melhores notas na escola. O que os anima? Como o que mais se identificam? Tentem, por enquanto, deixar a família longe disso, pois eles podem mais atrapalhar do que ajudar na escolha, principalmente se já tiverem suas escolhas formadas. Há uma tendência enorme de os familiares incentivarem vocês a fazerem aquilo que gostaria de fazer ou já fazem. Não esqueça que somos humanos e temos comportamentos e decisões diferentes. Tentem também deixar os salários como último critério. Sei bem que dinheiro é bom… é sim, mas cuidado para não fazer escolhas precipitadas baseadas no quanto vão ganhar.

Quando eu era jovem (tempinho bom, heim…), eu adorava fazer listas, como top 10 de músicas, de livros, de filmes, de beijos (sic)… façam um ranking de profissões que vocês gostariam de exercer e vejam a que área pertencem. Estudem, pesquisem sobre ela. Aqui, entram os familiares e amigos que já trabalham na área, para darem mais detalhes de como é. 

Façam tudo com absoluta responsabilidade e sabedoria. No final, tenho certeza de que irão fazer a escolha certa. 

Vejo vocês na UNIVERSIDADE (e na PROFISSÃO DOS SONHOS)! ✔

Foco na missão!

Estamos juntos nessa! ??????

Partiu? ?