Humanas, exatas ou biológicas?

Voltar

Neste post te explicaremos as diferenças entre as três e algumas opções dentro dessas áreas.

É bem provável que ao se preparar para o ensino superior você ou alguém tenha questionado sobre qual curso deseja fazer. Para aclarar a decisão, podemos pensar em áreas e posteriormente buscar um curso que se enquadre no seu desejo.

Características das Ciências Exatas

Essa ciência tem como base os números, os cálculos e a exatidão, ou seja, não há o que ser interpretado, não existe “depende”. Via de regra, o perfil do indivíduo que  opta por essa área tem habilidade e afinidade com os números, tirando boas notas nas disciplinas de Matemática, Química e Física, por exemplo. No entanto, não são só as notas boas que importam, o estudante pode gostar e se interessar pela área, o que ajuda e muito no aprendizado, já que os estudos se tornam prazerosos e não um fardo.

O bom raciocínio lógico também é uma característica comum dos estudantes de exatas. O raciocínio lógico é um processo mental que ajuda na solução de problemas de forma ágil e correta. Esse tipo de raciocínio é muito requisitado em concursos e em vagas de trabalho também, sendo um diferencial e tanto.

Ao utilizar a lógico para encontrar as respostas de forma racional, a capacidade analítica também está aflorada. Isso significa dizer ter a habilidade de analisar fatos e situações detalhadamente com o intuito de encontrar explicações. Em exatas, essa habilidade é fundamental, pois ela é utilizada para observar dados e desenvolver hipóteses.

É comum que essa ciência seja conectada com a área de tecnologia, pois a mesma se utiliza de diversos cálculos. O interesse em inovação e a criatividade em inovar são aspectos que contribuem na atuação do profissional de exatas.

Opções de cursos:

  • Análise e desenvolvimento de sistemas;
  • Engenharia Civil;
  • Engenharia de Produção;
  • Engenharia Mecânica;
  • Ciência da Computação;
  • Sistema de informação;
  • Engenharia Elétrica;
  • Redes de Computadores;
  • Matemática. 

Características das Ciências Humanas

Como o nome diz, o foco dessas ciências são os humanos. Dentro dela analisamos a sociedade, os acontecimentos históricos e a cultura. Sendo assim, o homem é, para essas ciências, um ser social e a partir dele surgem desdobramentos.

Como é um estudo temporal, com variáveis e mudanças, gostar de ler é uma coisa importantíssima para os estudantes dessa área. É através das leituras que o aluno terá sua formação, elas são a fonte de estudo.

Mas, só a leitura não basta. É preciso que os estudantes reflitam sobre o que leram, sejam críticos aos textos e saibam interpretar. Para isso, é preciso aguçar o senso crítico e compreender coisas como quem falou, com qual finalidade falou, quando falou e onde falou.

Para responder a essas perguntinhas e ter um estudo sólido, o interesse por pesquisa deve ser algo forte. Não basta achar algo, nas ciências humanas também temos que provar as teorias e provamos com embasamento teórico-científico. Mesmo com a veracidade comprovada, é necessário se manter atualizado, pois novos teóricos e pensadores surgem, já que os escritos anteriores podem não acompanhar as mudanças contemporâneas.

O não acompanhamento de tendências significa, somente, que os passados não tinham como prever o futuro. É um raciocínio lógico. Por isso, novos entendimentos surgem e não anulam os passados. As matérias que podemos citar, como humanas, são História, Geografia, Línguas, Filosofia, Sociologia e Artes.

Opções de cursos:

  • Administração;
  • Letras;
  • Pedagogia;
  • Direito;
  • Geografia;
  • História;
  • Psicologia;
  • Serviço Social;
  • Arquitetura e Urbanismo;
  • Marketing;
  • Publicidade e Propaganda.

 

Característica das Ciências Biológicas

Essa área foca os seus estudos nos seres vivos e no cuidado deles, tanto na esfera micro como na macro. Assim, os seres vivos podem ser estudados segundo a sua relação com o ambiente terrestre e também questões relativas à saúde. As disciplinas que mais se assemelham com essas ciências são a de Física, Química e Biologia.

O futuro estudante de biológicas precisa ter prazer e vontade em cuidar de pessoas e animais. Os cuidados exigem concentração, dedicação e curiosidade, pois a partir disso eles serão eficazes.

Além dessas características, tem um pensamento à frente, no futuro, é recomendado também, pois com esse pensamento a habilidade de prever problemas e impactos será aguçada. Por exemplo, no desenvolvimento de medicamentos, os estudantes devem pensar a longo prazo: quais as possíveis reações, quais os possíveis efeitos colaterais, quanto tempo o organismo leva para absorver, entre outros fatores.

Opções de cursos:

  • Medicina;
  • Medicina Veterinária;
  • Nutrição;
  • Educação Física;
  • Farmácia;
  • Fonoaudiologia;
  • Biologia;
  • Enfermagem;
  • Bioquímica

Apesar da distinção entre essas três grandes ciências elas se entrecruzam em alguns pontos. Por exemplo, em cursos de Licenciatura em Matemática, o estudante terá matérias relacionas às humanas, como Didática, Psicologia da Educação e outras. O mesmo vale para os cursos de Humanas, por exemplo, a graduação em Geografia aprende alguns cálculos sobre rotação da Terra, do Sol, fusos horários, largura e profundidade dos rios e/ou das depressões.

Como escolher?

O interessante de escolher uma área é direcionar a escolha do curso, porém escolher uma área ou curso não significa que você não goste ou tenha interesse em nada das outras áreas. É totalmente possível tirar só boas notas em Matemática, mas preferir cursar Fonoaudiologia, área de biológicas.

Por isso, não leve em conta somente as notas do colégio. O mais importante é gostar da área, querer estudá-la. Verifique também quais são seus hobbies e preferências extracurriculares, aquelas coisas que você sente prazer em fazer e que nem enxerga a hora passar quando está fazendo.

Faça as escolhas baseadas no que você quer e gosta, não se deixe influenciar, pois é só você que terá que lidar com as consequências da sua escolha.

Após de selecionar uma área, é importante pesquisar sobre os cursos da área e a grade deles, pois assim você terá um panorama do que te espera no ensino superior. Além das pesquisas, ouvir estudantes já ingressos no curso ou então formados na área, enriquece nossas expectativas e pode nos convencer a trilhar a mesma graduação. Assim como pode servir para “abrir os olhos” e te direcionar para outro curso.

 

Gostou do nosso post? Nos acompanhe no Instagram também!

Deixe um comentário