fbpx

Agronomia ou Medicina Veterinária? Qual escolher?

Voltar

Neste post vamos expor as principais características de Agronomia e de Medicina Veterinária para que você, que está em dúvida entre os dois, possa escolher a opção mais adequada.

Agronomia

O agrônomo é formado para trabalhar na produção agrícola e pecuária, nas mais diversas plantações e criações de animais. O objetivo de seu trabalho é melhorar a qualidade e a produtividade dos rebanhos e também das plantações e dos produtos agroindustriais.

O maior campo de atuação do agrônomo está nas lavouras e nos campos, sendo importante gostar desses espaços. No entanto, há áreas para quem gosta de escritório também. No ambiente interno, o profissional pode realizar a gestão ou assessorar agronegócios, órgãos do governo, empresas e indústrias alimentícias.

O profissional de agronomia é, portanto, quem planeja, coordena e executa todas as ações e atividades relacionados ao agronegócio. Essa função é extremamente importante, pois garante melhor qualidade nos alimentos que chegam até a população brasileira.

O curso de agronomia

O curso de agronomia tem duração média de 5 anos e geralmente é ofertado somente presencial, visto que há necessidade de contato com os animais e com o campo. As aulas em laboratório e práticas também são muito recorrentes e necessárias para a formação.

As principais matérias do curso são:

  • Ecologia (preservação, agricultura, diversidade e evolução da vida)
  • Morfologia e sistemática vegetal (botânica)
  • Agrometeorologia e climatologia (clima e tempo, pressão atmosférica, temperatura e outros)
  • Bioquímica
  • Morfologia dos solos
  • Anatomia e fisiologia animal
  • Anatomia e fisiologia dos vegetais
  • Hidrologia

 

Vejamos algumas áreas de atuação:

  • Engenharia rural: responsável pelo nivelamento do solo e pela montagem de sistemas de irrigação
  • Fitotecnia: área que acompanha o cultivo e a colheita buscando potencializar a produtividade
  • Manejo ambiental: explora os recursos naturais com o intuito de preservação ambiental e coordenação dos projetos de reflorestamento
  • Melhoramento animal e vegetal: responsável pela pesquisa e pelo desenvolvimento de técnicas que visem a melhoria da produção agrícola e pecuária.

 

 

 

Medicina Veterinária

Diferentemente do agrônomo, o veterinário atua mais especificamente com animais. Os animais podem ser de grande ou pequeno porte e de qualquer “família” e o objetivo do trabalho é prevenir e tratar possíveis doenças. Essa é outra diferença, pois não necessariamente o tratamento quer levar produtividade ou reprodução, é mais uma questão de qualidade de vida.

Além desse cuidado direto, o veterinário pode inspecionar alimentos e outros bens de origem animal para verificar o cumprimento das normas de higiene.

 

O curso de Medicina Veterinária

A duração média é de 5 anos e pode ser integral (manhã tarde ou tarde/noite) ou apenas um período do dia. Os primeiros semestres são aqueles mais básicos, que dão base para o progresso do ensino mais específico e aprofundado.

É comum que as instituições que oferecem o curso tenham hospital veterinário para as aulas práticas, que são essenciais para a formação. Nessas práticas, os estudantes vão aprender a lidar também com questões emocionais, pois poderão ter contato com animais que sofrem/sofreram maus tratos, que sofreram algum acidente ou então que estão com alguma doença mais “perigosa”.

As principais matérias do curso são:

  • Anatomia de animais domésticos e de grande porte
  • Anestesiologia veterinária
  • Doenças infecciosas de animais domésticos e rurais
  • Semiologia (exame do animal)
  • Farmacologia (medicações para tratamento)
  • Fisiologia animal
  • Bovinocultura de leite e corte (criação de gado para produção de leite e de carne)
  • Obstetrícia veterinária (como conduzir o nascimento de filhotes, de variadas espécies).

 

Algumas áreas de atuação:

  • Clínica e cirurgia de animais de pequeno porte
  • Clínica e cirurgia de animais de grande porte
  • Perícia técnica (exames para animais que realizam competições, por exemplo cachorros e cavalos)
  • Saúde pública veterinária (controle de zoonoses)
  • Centro de pesquisa (novas tecnologias, medicações e alimentos para animais).

 

 

Gostou do post? Siga-nos no Instagram!