Como é a Universidade Federal de Santa Maria?

Voltar

Bom, neste post te falaremos um pouco sobre a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), como ingressar e sua estrutura.

Sobre a Universidade Federal de Santa Maria

A UFSM foi a primeira universidade federal criada no interior, fora de uma capital brasileira. Esse fato foi determinante para o processo de interiorização do ensino universitário público do Brasil e também para que Rio Grande do Sul se tornasse o primeiro Estado da Federação a contar com duas universidades federais.

É considerada a 2ª melhor universidade do Rio Grande do Sul e a 11ª do Brasil entre as federais pelo Índice Geral de Cursos de 2017 (IGC/Inep/MEC).

O campus principal possui sede na cidade de Santa Maria, Rio Grande do Sul, porém há outros três campi: um em Frederico Westphalen, um em Palmeira das Missões e outro em Cachoeira do Sul. Em Santa maria há mais cursos de graduação e também as áreas administrativas se mantém lá.

A estrutura dos campi se divide em unidades universitárias:

  • Centro de Artes e Letras;
  • Centro de Ciências Naturais e Exatas;
  • Centro de Ciências Rurais;
  • Centro de Ciências da Saúde;
  • Centro de Ciências Sociais e Humanas;
  • Centro de Educação;
  • Centro de Educação Física e Desportos;
  • Colégio Politécnico;
  • Centro de Tecnologia;
  • Colégio Técnico Industrial de Santa Maria;
  • Espaço Multidisciplinar da UFSM em Silveira Martins;
  • Unidade de Educação Infantil Ipê Amarelo.

A UFSM oferece 131 cursos de graduação, dos quais 11 são de tecnologia, 37 são de licenciatura plena e 83 são de bacharelado. Além disso, há 106 cursos de pós-graduação, sendo 34 de doutorado, 59 de mestrado, 12 de especialização e um programa de pós-doutorado.

Além do Ensino Superior, a UFSM dispões de educação básica e técnica, sendo 24 técnicos pós-médios, 4 para técnicos para ensino médio, um curso de ensino médio e um curso de educação infantil.

 

Como ingressar?

O ingresso da UFSM se dá por meio do SiSU, que é o Sistema de Seleção Unificada gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC). Para se inscrever nesse sistema é preciso ter feito a prova do ENEM.

A maior parte das vagas é ofertado pelo SiSU, porém há outras seleções: o Processo Seletivo Indígena, o Processo Seletivo Dança Bacharelado e Música e o Processo Seletivo para Cursos de Graduação EaD.

Os cursos e as vagas ofertadas podem ser consultados no Termo de Adesão da UFSM/SiSU, que é uma lista com os cursos, a distribuição das vagas por cota e os documentos gerais e específicos a serem enviados.

Vejamos exemplos do termo de 2020:

Artes Visuais em Santa Maria (Bacharel, Integral): 32 vagas, sendo 32 vagas no 1º semestre e zero no 2º semestre, das quais 16 são de ampla concorrência.

Prova do Enem Peso Nota mínima
Redação 3,00 400,00
Ciências da Natureza e suas Tecnologias 1,00 400,00
Ciência Humanas e suas Tecnologias 2,00 400,00
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias 3,00 400,00
Matemáticas e suas Tecnologias 1,00 400,00
Média mínima no Enem 0,01

 

Em 2019, esse curso teve como notas mínimas, para ampla concorrência, as seguintes notas: 544,80 para Linguagens, 480,30 para ciência humanas, 516,20 para ciência da natureza, 494,50 para matemática e 320,00 para redação.

Teatro em Santa Maria (Licenciatura, Integral): 20 vagas, sendo 20 vagas no 1º semestre e 0 vagas no 2º semestre, das quais 10 são de ampla concorrência.

Provas do Enem Peso Nota mínima
Redação 3,00 500,00
Ciências da Natureza e suas Tecnologias 1,00 400,00
Ciência Humanas e suas Tecnologias 2,00 450,00
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias 3,00 500,00
Matemáticas e suas Tecnologias 1,00 400,00
Média mínima no Enem 0,01

 

Em 2019, esse curso teve como notas mínimas, para ampla concorrência, as seguintes notas: 568,30 para Linguagens, 554,10 para ciência humanas, 434,20 para ciência da natureza, 531,50 para matemática e 580,00 para redação.

 

Estrutura para permanência do aluno na Universidade

Levando em consideração alunos em vulnerabilidade, a UFSM oferece Benefício Socioeconômico (BSE), para que os alunos consigam permanecer na universidade. Para ter o direito aos benefícios, é preciso ser aluno regularmente matriculado em cursos presenciais e estar em situação de vulnerabilidade social, mesmo que não tenha ingressado por meio das cotas socioeconômicas. Os benefícios oferecidos são:

  • Moradia estudantil na Casa do Estudante Universitário (CEU);
  • Bolsa alimentação (desconto no Restaurante Universitário – R.U.);
  • Bolsa transporte (no sistema de ônibus urbano municipal);
  • Auxílio para aquisição de materiais pedagógicos;
  • Atendimento odontológico.

 

A UFSM e a sociedade

A UFSM preza muito pela sua relação com a sociedade e busca sempre contribuir com ela, disponibilizando alguns serviços. Neles, há troca de experiências e desenvolvimento em conjunto entre a Instituição e o ambiente que a cerca.

Como exemplos temos o planetário, a orquestra sinfônica de Santa Maria e o museu Gama D’Eça.

No planetário há a reprodução do céu, que pode ser observada pelos visitantes e também há sessões de filmes temáticos, como Estrelas dos Faraós e O mundo virtual de Arthur. A orquestra, por sua vez, faz apresentações ao público e preza pela conservação da cultura local, dos artistas locais. Ela é composta pelos estudantes e faz parte dos projetos de extensão.

O museu faz exposições permanente, temporárias e itinerantes, dos mais variados temas, sempre mantendo viva a história de Santa Maria. A sua preocupação em educar é evidente, pois desenvolve projetos educacionais e promove seminários, palestras, cursos e visitas mediadas.

Além desses, podemos citar o Hospital Veterinário Universitário e o Hospital Universitário de Santa Maria, que fazem parte da graduação dos alunos, sendo local de prática e aulas, e também atende ao público. O atendimento ao público, vinculado a graduação, também ocorre na Clínica de Estudos e Intervenções em Psicologia, no Atendimento Odontológico e na Assistência Judiciária Gratuita.

Há outras infinidades de programas, citaremos só mais alguns: a Editora da UFSM, as Empresas Juniores, o Jardim Botânico, os Geoparques, o Observatório de Direitos Humanos e a Incubadora Social, que tem como finalidade articular seus projetos com as demandas locais/regionais na perspectiva da sustentabilidade socioambiental, proporcionando trabalho e renda para coletivos em situação de vulnerabilidade social e em processo de organização solidária.

 

Apaixonou-se pela Universidade?? Ela é demais!!!

Para continuar sabendo sobre as Universidades, continue acompanhando nosso blog e nos siga no Instagram!!