Como estudar? Te mostraremos alguns possíveis métodos!

Voltar

Bom, caro vestibulando, que é necessário estudar todos já estão carecas de saber, mas a questão é: como? Por isso, abordaremos possíveis métodos de estudos neste post.

Para iniciar, é importante realçar a importância do estudo pós-aula. Por quê? Pense em quando você acabou de acordar e conta para alguém esse novo…Certamente o seu nível de detalhe está no ponto máximo, no entanto se posteriormente desejar contar para outra pessoa, o seu nível de detalhamento e de memória será bem menor.

A mesma lógica vale, portanto, aos estudos. É provável que algum professor já tenha dito algo como “matéria dada é matéria estudada”, justamente porque o estudo pós-aula é um dos mais eficientes, que mais proporcionada fixação de conteúdo.

O melhor método de estudo????? Fazer parte do GabaritaGeo! Mas te mostraremos outros também…

Alguns métodos

Flashcard

Esse método consiste em escrever cartões de perguntas-respostas. Na frente, escreva a pergunta e no verso a resposta. A função desses cartões são para refrescar a memória, sendo um complemento da sua rotina de estudo. O bom do método é que ele pode ser usado em qualquer lugar e pode ser feito por você, ocasionando maior dinamismo e especificidade. Conforme foi respondendo, separe uma pilha com as questões que acertou e outra com as questões que errou, pois assim você poderá identificar quais matérias estão precisando ser revisadas.

Ah, até na hora dos cartões serem feitos você estará estudando, porque praticará sua escrita, para futuras questões dissertativas, e a leitura, internalizando pontos chaves. Demais, né? Aproveite para brincar com as cores, com as formas das letras, com as decorações!

Fichamento

O fichamento é um resumo com suas próprias palavras, mas lembre-se: re-su-mo, cuidado para não se perder. Aproveite o resumo para colocar os pontos principais do que foi estudado e suas interpretações, incluindo, quando conseguir, exemplos ou memórias de alguma explicação, como “o professor explicou variedade linguística a partir dos diversos nomes que podemos dar para a ‘tangerina’.”

Além de escrever as principais ideias com suas próprias palavras e as palavras-chave do tema, ao fazê-lo é possível que você se depare com algumas questões ou dúvidas, o que é importante, pois pode ser que haja tempo para tirar essa dúvida com o professor. Só temos dúvidas se estudamos.

Mapa mental

Bom, esse acredito que seja o queridinho do momento!!! Ele é muito indicado para pessoas que são mais visuais, pois a sua organização no papel facilita o armazenamento de informações. Geralmente, há um tema central, no meio da folha (com destaque e cores coloridas), e a partir dele temos ramificações. Nas ramificações você pode criar um padrão, por exemplo, o que estiver dentro de balões serão as palavras chave, o que estiver em quadrado, serão assuntos “menos importantes”. Há muita liberdade nesse método e também ele ativa a criatividade, talvez por isso seja mais atraente.

Kanban

Na verdade, o Kanban é um meio de organização dos estudos. Ele é um quadro com três colunas: a primeira intitulado to do, que são as disciplinas pendentes; a segunda intitulado doing, que são as disciplinas que você está estudando no momento; e a terceira done, com disciplinas que você já concluiu os estudos.

Estudo mnemônico

Esse método é muito comum nas áreas de exatas e biológicas, que são as famosas frases engraçadas ou trocadilhos para decorar alguma fórmula ou conteúdo. Por exemplo, a equação do espaço no Movimento Uniforme S= S0 + v.t, como a frase “só sorvete”, ou então a musiquinha da tabuada do sete “sete sete são catorze com mais sete vinte um, tenho sete namorados, mas não gosto de nenhum”.

 

Dicas de estudos

Explique o conteúdo para si mesmo!!! Parece loucura falar sozinha, mas explicar a matéria estudada em voz alta, como se estivesse explicando para alguém ou fosse o professor, é muito útil no aprendizado e na fixação dos conteúdos. Quando falamos, temos que saber o que falamos para construir as frases e o raciocínios, sendo fácil identificar possíveis lacunas ou então o domínio efetivo do conteúdo.

Ao desligar os aparelhos eletrônicos, ou então nos afastarmos deles, o estudo flui muito mais rápido. No começo pode ser difícil não dar a famosa espiadinha, mas com o tempo se acostumará e verá como essa ação ajuda no seu desempenho, inclusive por diminuir a sensação de ansiedade.

Apesar da importância de se estudar todos os dias, leve em conta espaçar o seu tempo de estudo, pois a nossa capacidade de concentração diminui ao longo do tempo. Assim, tente estudar focado 2 horas, dar uma pausa de 1 horas, voltar para mais 2 horas e assim por diante. Veja qual é o seu tempo de concentração e por quanto tempo você consegue se manter assimilando informações de forma real e efetiva, por exemplo, você pode iniciar com 25 minutos de estudo para 5 de pausa, depois ir aumentando proporcionalmente.

Estudar matérias intercaladas também é considerado eficiente, por isso, pense em talvez dividir as duas horas focadas em Matemática e Português, por exemplo.

Outra coisa importante, é realizar exercícios e resolver provas anteriores ou então simulados oferecidos. Quando for fazer simulados ou então resolver provas anteriores, imagine que você está no dia da prova, então respeite o horário estipulado (se possível cronometre ou coloque despertador), não mexe em aparelhos eletrônicos e nem consulte outras fontes.

Quando assistir as aulas, lembre de fazer anotações, sublinhar, grifar, anotar exemplos, tudo isso pode ser relevante para você construir o seu resumo, mapa mental ou então sua explicação oral, pois é a partir do que você teve em sala que construirá seus estudos. Durante a leitura do estudo, também é importante grifar, pois assim, sempre que necessário voltar naquele conteúdo, você poderá “bater o olho” e identificar as partes principais e talvez se recorde só com esse movimento.

A maioria dos materiais são em papel, o que é muito interessante para os estudos, pois é comprovado maior fixação quando lemos fisicamente. No entanto, com a pandemia e também com materiais online cada vez mais frequentes e utilizados, podemos utilizar aplicativos como o “Foxit Reader”, que disponibiliza a função de grifar (com várias cores de marca texto), de sublinhar (também com cores), de fazer anotações/notas e várias outras.

 

Gostou do post? Segue o Insta do GabaritaGeo para continuar um ótimo estudo, então!