História na UECE

Voltar

Lista de história: UECE

1) Observe o que se diz nos itens a seguir sobre o início da colonização no Ceará:

I. A proibição de criação de gado em uma faixa de 10 léguas da costa, como forma de preservar essa área para a produção de açúcar, influiu no fluxo de pecuaristas que vieram ocupar o interior do Ceará.

II. Devido à pouca presença de indígenas na costa cearense e à amistosidade destes com os portugueses, o litoral foi a região do Ceará onde primeiro a colonização portuguesa se consolidou.

III. A dificuldade em ocupar a região é demonstrada, ao longo do século XVII, pelos fracassos da bandeira de Pero Coelho de Sousa, da expedição dos padres Francisco Pinto e Luís Figueira, e do forte de São Sebastião, construído sob mando de Martim Soares Moreno.

Está correto somente o que se afirma em
A) I e II.
B) II.
C) I e III.
D) III.

 2) A Guerra da Cisplatina, ocorrida entre 1825 e 1828, durante o Primeiro Reinado, foi um elemento político importante e teve como consequência:

A) a inclusão do território que hoje é o Uruguai como província do império após a invasão das tropas brasileiras determinada por D. Pedro I.
B) o aumento do apoio popular ao Imperador D. Pedro I, pois a anexação da província de São Pedro foi fator de desenvolvimento, devido a sua industrialização.
C) a criação de condições políticas positivas para garantir um acréscimo de tempo ao governo de D. Pedro I até a maioridade de seu filho, D. Pedro II, em 1840.
D) a formação da República do Uruguai após intervenção inglesa no conflito para garantir o equilíbrio entre o império brasileiro e as Províncias Unidas do Prata, hoje Argentina.

3) Atente para o seguinte excerto a respeito da abolição da escravatura no Brasil: “[…] a abolição da escravatura não eliminou o problema do negro. A opção pelo trabalhador imigrante, nas áreas regionais mais dinâmicas da economia, e as escassas oportunidades abertas ao ex-escravo, em outras áreas, resultaram em uma profunda desigualdade social da população negra. Fruto em parte do preconceito, essa desigualdade acabou por reforçar o próprio preconceito contra o negro. Sobretudo nas regiões de forte imigração, ele foi considerado um ser inferior, perigoso, vadio e propenso ao crime; mas útil quando subserviente”.

FAUSTO, Boris. História do Brasil. São Paulo: Edusp, 2013, p. 169.

Considerando o processo histórico de abolição da escravatura no Brasil, é correto afirmar que
A) foi, além de muito rápido, suficiente para acabar com o escravismo e logo inserir o ex-escravo, de forma igualitária, nos diversos espaços da sociedade brasileira.
B) além de lento, considerando-se o lapso temporal entre a Lei Eusébio de Queirós, de cunho abolicionista, de 1850, e a Lei Áurea, de 1888, não representou o fim da marginalização da população negra.
C) o país, por ser pioneiro na abolição da escravatura, encontrou grande dificuldade, pois, não havendo exemplos a serem seguidos, obrigou-se a construir seu próprio modelo de
inclusão social para os ex-escravos.
D) como nos EUA, onde os ex-escravos foram plenamente aceitos na sociedade por sua capacidade de produção, os ex-escravos brasileiros também tiveram oportunidade de ingressar no mercado de trabalho e experimentar chances iguais para vencer na vida.

4) Durante a Nova República, estabelecida após o período dos governos militares encerrado em 1985, o Brasil só teve sua primeira eleição presidencial em 1989. Desde então, registraram-se oito pleitos e muitos percalços no caminho da jovem democracia.
Sobre a política presidencial no Brasil da Nova República, é correto afirmar que

A) apenas Luís Inácio Lula da Silva e Fernando Collor de Mello conseguiram concluir seus dois mandatos presidenciais.
B) o governo de Dilma Vana Rousseff foi o único a não ser concluído, pelo fato de a mandatária ter sofrido processo de impeachment pelo Congresso Nacional.
C) Fernando Henrique Cardoso, Luís Inácio Lula da Silva e Dilma Vana Rousseff foram os únicos a ser reeleitos presidentes do Brasil na Nova República.
D) José Sarney, Itamar Franco, José Alencar e Michel Temer são exemplos de vice-presidentes que assumiram definitivamente o mandato presidencial.

5)  A independência de Moçambique ocorreu em 1975, após um longo processo que começou com a organização da FRELIMO (Frente de Libertação de Moçambique), um movimento político nacionalista que foi fundado em 25 de junho de 1962, com o objetivo de lutar pela libertação do domínio colonial
A) português.
B) inglês.
C) francês.
D) alemão

6) Lúcio Sérgio Catilina (108 a.C.– 62 a.C.) protagonizou vários episódios para tornar-se cônsul de Roma. No final de 63 a.C., tentou dar um golpe de estado para tomar o poder. O evento ficou conhecido como a Conjuração de Catilina, marcando uma fase crucial na história romana por representar um dos momentos de profunda crise nas

A) instituições republicanas da época.
B) relações conflituosas entre o exército e a elite romana.
C) incursões imperialistas da cidade de Roma.
D) alas mais progressistas do senado.

7) Epidemias de gripe são documentadas desde a antiguidade. No século XIX, registraram-se duas grandes epidemias nos anos 1830 e 1880. No século XX, ocorreu a grande pandemia que, entre 1918 e 1920, matou aproximadamente cinquenta milhões de pessoas nas fases finais da Primeira Guerra Mundial.

Essa pandemia recebeu o nome de “gripe espanhola”, porque

A) os jornais da Espanha foram os primeiros a noticiá-la.
B) a disseminação maior se deu por meio dos soldados espanhóis.
C) foi na Espanha que descobriram a vacina para a doença.
D) os soldados americanos do Kansas foram contaminados no campo de batalha espanhol.

8) A World Health Organization (WHO), em português, Organização Mundial da Saúde (OMS) é uma agência voltada para a saúde de todos os povos do mundo. Subordinada à Organização das Nações Unidas (ONU), foi fundada
A) após a Primeira Guerra Mundial, como um comitê de higiene e saúde pública.
B) em outubro de 1945, tendo como seu primeiro secretário e organizador o português António Guterres.
C) para atender feridos das guerras do final do século XIX no México e na Crimeia.
D) no mês de abril de 1948 e, atualmente, tem como diretor-geral o etíope Tedros Adhanom.

Resoluções

1) Alternativa C.

O destaque da região interior do Nordeste foi determinante para a colonização do Ceará. O enfoque veio do fortalecimento da economia açucareira na zona da mata e do enfraquecimento pecuária, que também foi proibida na região litorânea. Essa região era habitada por índios, os quais não se deram bem com os invasores portugueses.
Depois de diversas tentativas, a colonização do Ceará se efetivou com a expulsão dos holandeses e o fortalecimento da pecuária.

2) Alternativa D.

A guerra contou com intermediação dos ingleses, contribuindo para o estabelecimento do equilíbrio da região da Prata e preservando a relação entre Brasil, Argentina e Uruguai.

3) Alternativa B.

O processo de abolição foi lento e gradual, antes da Lei Áurea (1888) tivemos: Lei Eusébio de Queirós (1850), que condenava o tráfico de escravos; Rio Branco (Ventre Livre, 1871), que concedeu liberdade aos nascidos de pais escravizados e Saraiva-Cotegipe (Sexagenário, 1885), que permitia abertura de processo para libertar escravos maiores de 60 anos.
Após a Lei Áurea os escravos não receberam devido suporte social, eles não tiveram acesso aos direitos básicos, foram privados de cidadania e colocados à margem da sociedade.

4) Alternativa C.

Em contexto de Nova República, os únicos presidentes reeleitos foram: Dilma Rousseff, Luiz Inácio Lula da Silva e Fernando Henrique Cardoso.

5) Alternativa A.

A crise do regime Salazarista, durante a década de 1960, foi palco de reformas políticas e econômicas nas colônias portuguesas, inclusive em Moçambique. A violência que o governo português utilizada gerou a criação da FRELIMO,  movimento nacionalista que iniciou, a partir de 1964, uma luta armada para conseguir a independência moçambicana. Em 1974, consegue a independência pela assinatura dos “Acordos de Lusaka”.

6) Alternativa A.

Lúcio Sério Catilina era contra a adoção de um regime republicano, sendo o responsável pela eclosão da Revolta de Catilina. Essa revolta tinha apoio dos grupos aristocráticos conservadores.

7) Alternativa A.

A denominação “gripe espanhola” não é justificada por seu uma gripe originária da Espanha, mas sim pela ampla divulgação dos jornais espanhóis da época. A rápida expansão da epidemia pode ser associada a eclosão da Primeira Guerra Mundial.

8) Alternativa  D.

O mundo pós-guerra demandou uma série de medidas à nível global, o que consequentemente originou órgãos que atendessem aos interesses comuns de todos países. Um exemplo é a criação da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 1948, a qual é subordinada da Organização das Nações Unidas (ONU). A ONU tem sede em Genebra e o diretor-geral é o etíope Tedros Adhanom.